Fator de Intensidade

Fator de Intensidade

Fator de Intensidade

Pra quem não sabe, o IF é um importante indicador para mensurar a qualidade de treino. Este faz relação direta com o FTP (Functional Threshold Power) na proporção 1:1 comparando em relação ao tempo de treino qual foi a medida de intensidade em NP utilizada.

Analisando este dado, é possível verificar a intensidade utilizada comparada com o FTP. Num exemplo prático, quando subimos uma montanha, com inclinação média (em torno de 6%) o ideal é trabalharmos abaixo do limiar de frequência cardíaca e o mesmo para abaixo do limiar de FTP. Falando em números utilizando o IF, o ideal é que sempre estejamos próximos de 0.8.

Ao contrário, sprints e acelerações mais fortes, tentando assim estimular o FTP e algumas variáveis de treinamento como a capacidade anaeróbia e o VO2, o IF deve estar acima de 1.0. Ou seja, devemos estimular o FTP, trabalhando com números maiores do que ele.

Os maiores erros acontecem para os treinos de Endurance sem variação, onde devemos utilizar um IF mais baixo, em torno de 0.7 e de preferência com um índice também pouco utilizado, que é o VI (variação de intensidade) mais baixo. Sobre este falaremos em outro post.

Por fim, é através do IF, que sabemos controlar a intensidade do treino e se a proposta do mesmo foi atingida, conseguindo assim, aplicar a fórmula ideal de estimular e recuperar a condição, para que consigamos assim obter os benefícios necessários do treinamento.

O IF está disponível para ser visualizado em qualquer modelo Garmin e nos principais gadgets disponíveis no mercado. Para que tenha uma mensuração fidedigna é necessário manter o FTP sempre atualizado.

Veja as principais referências de IF para serem utilizadas nos treinos:

Fator-de-Intensidade-tabela

Deixe uma resposta