A natação no Triathlon

A natação no Triathlon

A natação no Triathlon

A natação geralmente é a modalidade que mais incomoda os triatletas. Entre 10 triatletas 8 com certeza tem algum problema com a natação. É uma modalidade que requer muita técnica, experiência e superação do medo. A maioria encontra dificuldade de se adaptar técnica e fisiologicamente, em relação ao ciclismo e a corrida.

Evoluir na natação demanda tempo, paciência e disciplina e todos podem fazê-lo. Os grandes triatletas seguem duas regras importantes: alta frequência de braçadas e uma puxada forte. No mar o deslocamento depende quase que 100% de uma boa puxada e também de um bom senso de direção. A natação não vai fazer você ganhar uma prova, mas com certeza poderá fazê- lo perder. É importante determinar a intensidade de esforço que você a executa, já que esta pode influenciar diretamente no resultado final da prova. Muitos triatletas acham que a pernada nas provas não tem muito importância, mas é ela que mantém a estabilização do corpo e faz a propulsão. Uma boa pernada é aquela que não deixa suas pernas e quadril afundarem e que mantem o seu deslocamento sem gastar muita energia, principalmente em provas longas.

As largadas geralmente costumam ser tumultuadas e estressantes e por isso a parte emocional também deverá ser trabalhada. Faça simulados do que você vai encontrar na prova e supere o medo de nadar em águas abertas antes de encará-las. Aprenda a nadar na esteira de outros atletas, isto vai fazer com que você nade mais rápido e poupe energia.

Fazer treinos no mar com regularidade para treinar sua orientação também são sugeridos. Se você tem medo, procure nadar com a companhia de outra pessoa ou nadador. Comece fazendo primeiro o que é necessário, aprenda a técnica e se aperfeiçoe, experimente os treinos em lagos e no mar, treine o suficiente para uma boa preparação e então comece a competir e aproveite o máximo que este esporte proporciona!

Rosi Martinelli
5wayscoaching

Deixe uma resposta